Centro Girassol

Endereço:  Rua Capitão Francisco Alves - 08 -

Bairro:  Centenário

CEP:  

Cidade:  Pesqueira

Estado:  PE

País:  Brasil

Telefone:  87-38355719

Comentários

Participante
24/04/2013
O telefone do Centro mudou, agora eh (87)3835-4889
Participante
24/03/2013
O Centro Girassol é realmente um lugar especial. É difícil entrar lá e não se emocionar. É uma pena saber que existem pessoas que ainda tentam atrapalhar o trabalhar das irmãs e profissionais de lá. Ajudem o Centro, pois é um trabalho lindo, um sonho de 12 anos que não pode parar.
Participante
24/03/2013
O ANJO DO ORFANATO Até onde se deve estender o amor ao próximo? A célebre pergunta feita ao mestre Jesus: Quem é meu próximo? - prossegue para muitas mentes. Para Chan, assistente social de Hong Kong, de trinta anos de idade, não havia dúvidas. Ela ouvira falar que as condições no orfanato de Nanning, na China, eram horríveis e decidiu ver pessoalmente. Em agosto de 1992, ela conseguiu chegar até o diretor e ter sua permissão para explorar o local à vontade. Ficou chocada com o que viu. Berços de metal enferrujado, onde bebês se amontoavam como sardinha em lata. Subnutrição, brotoejas, choro, foi o que ela encontrou. Eram trinta e seis bebês, quase todos meninas. Essas são abandonadas na China com frequência, por causa da política do país de um filho único e a preferência de séculos por meninos. Em verdade, os meninos que se encontravam no orfanato eram portadores de alguma deficiência. Naquela noite, quando retornou ao hotel, ela levou uma das crianças consigo. Ao menos lhe daria uma noite de carinho. Cuidou de suas feridas e das assaduras. No dia seguinte, ao ter que devolver o bebê, sentiu o coração apertado. Em média, quatro crianças eram abandonadas por dia naquele orfanato, onde a falta de recursos e funcionários fazia com que os atendentes dessem prioridade aos bebês saudáveis. Os fracos recebiam pouca atenção e quase não sobreviviam. Chan pensou em sua infância feliz. Seus pais lhe ofereceram um lar acolhedor e ela teve formação universitária no Canadá. O senso moral lhe foi dado pelos pais. Quando voltou a Hong Kong, decidiu. Deixaria o trabalho na creche e iria ajudar os órfãos de Nanning, embora isso significasse abrir mão de uma vida estável e de um emprego bem remunerado. Chan sabia que muitos ocidentais esperavam ansiosos pela oportunidade de adotar uma criança. Nos meses que se seguiram, ela estabeleceu uma ponte entre a China e os Estados Unidos. Então, relatórios de adoções ilegais levaram o governo de Pequim a proibir a adoção por estrangeiros. Ela não desanimou. Passou a bater de porta em porta, procurando pessoas que desejassem levar crianças para os seus lares. A missão era difícil, mas ela conseguiu sensibilizar algumas mulheres. Ela mesma passou a cuidar de alguns bebês, a fim de retirá-los da triste situação. Em 1993, o decreto contra adoção foi revogado e ela prosseguiu em sua jornada de conseguir lares para os órfãos. Dentre as primeiras mulheres, na China, que se dispuseram a abrigar uma criança abandonada, no programa da jovem Chan, havia uma cega de cinquenta e dois anos, que passara sua vida montando caixas de papelão em uma fábrica e era casada com um criador de porcos. Chan se dedicou a administrar um orfanato que ficou conhecido como Amor de mãe. O anjo do orfanato, como passaram a denominá-la, elegeu uma jornada de amor, agradecida pelo amor grandioso que ela recebeu de seus próprios pais. * * * Não limitemos nossa capacidade de amar e não nos permitamos afirmar que estamos sós ou em abandono. Saiamos em busca de alguém solitário e o amparemos. Levemos para casa um filho alheio, em abandono, e o amemos. O amor não tem limites e consegue superar obstáculos considerados intransponíveis. Redação do Momento Espírita, com base no artigo O anjo do orfanato, de Seleções Reader´s Digest, de janeiro de 1999. Em 30.1.2013.
Se você conhece esta instituição, deixe seu comentário sobre ela!

Outras formas de ajudar uma criança carente em Pesqueira

   Veja outros abrigos e orfanatos em Pesqueira

   Veja como adotar uma criança em Pesqueira

Perguntas Frequentes

Como faço para visitar o(a) Centro Girassol ?

Para visitar a instituição, entre em contato pelo telefone 87-38355719, e marque uma vista com o responsável . Todas as instituições gostam de ser visitadas, desde que se tenha o cuidado de marcar antes a visita.

Como fazer doações de objetos para o(a) Centro Girassol ?

O ideal é verificar com a instituição, pelo telefone 87-38355719, quais as necessidades atuais de doação (caso a lista não esteja disponível nesta página). Para entregar os objetos normalmente não é necessário marcar hora. Geralmente as instituições não buscam doações na casa dos doadores, sendo necessário entregar direto na instituição.

O que posso doar?

As instituições que trabalham com crianças sempre têm necessidade de leite em pó, alimentos em geral (arroz, feijão), produtos de higiene (fraldas, lenços umidecidos, pasta de dente, papel higiênico) e produtos de limpeza (sabão em pó, desinfetante, detergente). Roupas devem ser doadas em bom estado, e de preferencia limpas e higienizadas. Você pode doar roupas e sapatos de grife, mas o ideal é vende-los e utilizá-los na compra de sapatos e roupas mais simples, que poderão ser adquiridos em maior quantidade.

O que não posso doar?

Roupas íntimas usadas (calcinhas, cuecas, meias) não devem ser doadas.

Como fazer doações em dinheiro?

Muitas instiuições dispõe em seu site informações sobre doações em dinheiro, informando o banco, agencia e conta para depósito. Caso a instituição não tenha site, ou informações bancárias não estejam disponíveis no site da instituição, entre em contato com a instituição, pelo telefone 87-38355719 e verifique como fazer doações em dinheiro.Você poderá fazer uma doação única, ou se transformar em um doador constante, doando mensalmente, por exemplo.

Como fazer trabalho voluntário no(na) Centro Girassol ?

O ideal é verificar com a instituição, pelo telefone 87-38355719, quais as necessidades atuais de trabalho voluntário (caso a lista não esteja disponível nesta página). Normalmente as instituições precisam de pessoas para realizar brincadeiras com as crianças, atividades físicas ou culturais, ou apoiar na lição de casa.

Outras dúvidas?

Entre em contato com o Padrinho Nota 10 clicando

AQUI.